sábado, 23 de agosto de 2014

Resenha: 1939 - Richard Overy


Sinopse: Em uma abordagem dramática, Richard Overy narra os principais acontecimentos políticos que precederam o início da Segunda Guerra Mundial, em setembro de 1939. Em um relato objetivo, mas repleto de informações valiosas, o autor afirma que, ao contrário do que pensamos, o início da guerra não era inevitável: os Aliados esperavam que Hitler mudasse de idéia e não invadisse a Polônia – o que poderia ter evitado a deflagração do confronto mundial – e Hitler, por sua vez, estava convencido de que os Aliados recuariam e não tentariam impedi-lo. Este livro traz à vida o momento mais decisivo do sangrento século XX.




1939 – Contagem Regressiva Para a Guerra possui 175 páginas e é dividido em seis partes. Prólogo, quatro capítulos e conclusão. Visualmente, é um livro muito bonito e possui uma fonte agradável.


As causas da Segunda Guerra Mundial, que começou oficialmente em setembro de 1939 são comentadas no início do livro. Eu fiquei muito empolgada com as primeiras páginas, ainda no prólogo. Conheci a cidade de Danzig e todas as exigências da Alemanha. Compreendi um pouco mais a respeito da “preservação de princípios fundamentais do império da lei internacional” e pude entender com mais clareza a ambição alemã de dominar a Europa e a determinação da Polônia para se tornar independente. 

O foco do livro é narrar com detalhes os acontecimentos que antecederam a guerra. Há várias citações de pessoas como Hitler, demonstrações de como os países estavam se preparando para a guerra que podia ou não acontecer e também li muito a respeito de fatos que poderiam se desenvolver ou não conforme o humor de Hitler.

"Considero-a como uma luta dura, desalmada, opressiva e materialista por lucros humanos." Pág. 117

Eu me interesso por assuntos que envolvem a Segunda Guerra Mundial, mas o problema é que esse livro nos apresenta uma enxurrada de informações, fato que me impediu de fazer uma leitura tranquila. Muitas datas e nomes repetiam-se frequentemente e me confundiam bastante. No geral, consegui absorver fatos muito interessantes, mas, de uma maneira conclusiva, a leitura não foi muito agradável.

O prólogo foi de fato, a parte que eu mais gostei. Comprei esse livro por acaso e fiquei super ansiosa para lê-lo. Foi uma decepção aceitável, pois não posso dizer que a leitura é terrível. Acho que a melhor palavra para descrevê-lo é essa: cansativo. Apesar de tudo, pode ser um bom objeto de estudo sobre a Segunda Guerra Mundial.

4 comentários:

  1. Nossa, já perdi a vontade de ler o livro. Odeio obras cansativas e já vi que não vou gostar desse.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Thamiris,
    Eu vi esse livro em uma foto aqui no seu blog, de uma resenha, e fiquei com muita vontade de ler, só que a sua resenha me decepcionou um pouco. Livros cansativos são terríveis, estou lendo um que não desenrola por nada no mundo :(
    Espero, um dia, que esse livro possa ser lido por mim, pois sou apaixonada pela segunda guerra.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna,
      Pois é... Eu me decepcionei bastante com esse livro. Mas, quem sabe você goste dele!
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com