sexta-feira, 15 de abril de 2016

No skoob: livros abandonados

Abandonar livros. Há quem se sinta arrepiado ao ouvir a palavra 'abandono' acompanhada da palavra 'livros'. Isso porque, para muitas pessoas, todos os livros merecem ser lidos até o final, vai que algo surpreendente acontece? Será mesmo que tal livro não merece uma chance? É impossível se conformar se não ler até o final!

Eu não tenho problemas com isso. Mas respeito e entendo perfeitamente aqueles que não gostam de abandonar. Afinal, livro é livro, uma página pode mudar tudo. Mas, comigo é assim: começo a ler, caso a história não esteja me prendendo ou alguma coisa no livro me desagrada, dou uma chance, se não melhora, abandono. Minha filosofia se baseia em algo bastante comum: Há uma imensidão de livros bons para eu ler, não é válido insistir em algo que está me deixando infeliz. A leitura tem que ser prazerosa. 

Depois das explicações, trago a minha lista de livros abandonados segundo o skoob:

Para ver meu perfil no skoob, clique aqui.
Como vocês podem perceber, eu não sou a vilã dos livros, abandonei poucos. A respeito dos últimos dois livros, um do Sidney Sheldon e o outro do José Lins do Rego, devo confessar que não lembro o motivo pelo qual o abandono foi feito. Mas, posso falar com clareza o que fez com que eu abandonasse os outros quatro livros. Resumindo:

No início não havia Bob, pelo que notei, é um livro para despertar risadas. Das páginas que li, nem um sorrisinho eu dei. Mas, esperem, esse não é o motivo que me fez abandonar o livro. Abandonei pois a história brinca com Deus de forma descarada. E eu não sou obrigada a aturar isso!

A Fábula do Lago tem uma capa maravilhosa e a história, sim, é interessante até certo ponto. Chega um momento em que as coisas saem do rumo, perdem o sentido, a história não me prendia mais, então, deixei de lado.

Morte Súbita foi a minha primeira tentativa de ler J. K. Rowling. Ainda quero ler outros livros da autora, mas não consegui chegar nem na metade do livro em questão. O grande número de personagens confundia a minha mente e eu não estava conseguindo ligar alguns pontos, portanto, abandonei.

Anjos e Demônios foi decepcionante! Eu comprei o livro depois de ter lido O Código da Vinci e ter me apaixonado pela escrita do Dan Brown, mas não consegui chegar nem na metade de Anjos e Demônios, pois eu me entediava facilmente. Algum dia pretendo tentar ler esse livro novamente.

***
Agora que eu abri meu coração, quero saber qual a opinião de vocês a respeito do abandono de livros. Me contem se vocês já leram ou abandonaram algum dos livros mencionados acima, haha.

Espero que tenham gostado do post. Até a próxima, beijos!

18 comentários:

  1. Oi Thami! Amei seu post... vou fazer um no meu blog tb... rsrsrsrsrs... eu sou como vc e abandono qdo não me prende, pois eu fico infeliz, me arrasto, enrolo muito, fico dias tentando... até penso em outros livros na hora da leitura... então, não dá né?
    Sobre seus abandonos, eu só li Anjos e Demônios e amei! kkkkkkk; acho tão bom quanto O código Da Vince.... o morte súbita comprei ano passado e está na minha lista para este ano... ai ai... depois eu te conto o que achei....
    bjs...

    Belas terapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Laila.
      Obrigada querida. Que bom que gostou!
      É bom saber que há mais pessoas como eu por aí, haha.
      Pois eu pretendo tentar ler Anjos e Demônios ainda.
      Beijocas

      Excluir
  2. Oi, Thami!
    Mulher, eu já abandonei uns na vida, todos com o mesmo motivo: a leitura não andava. Antes, eu não fazia isso; persistia até chegar o final. Agora, eu já abandono porque sei que aquele tempo que estou perdendo com um livro que não está me agradando, eu poderia estar lendo outro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza.
      Esse motivo é ótimo para abandonar um livro. Não vejo muito sentido em insistir em algo que não nos faz bem.
      Concordo plenamente com você!
      Beijos

      Excluir
  3. Para ser Escritor, de Charles Kiefer. E não devo ser o único. Até que conseguia entender algumas coisas nas entrelinhas e me fez mudar um pouco. Mas próximo do fim a leitura ficou confusa e abandonei antes de concluir por completo.
    Uma colega minha já havia reclamado de alguns livros que apresentam muitos personagens e a deixava confusa. Dá para entender esse seu ponto de vista e dar razão para isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que nem sempre o motivo de abandonar um livro é porque ele é confuso ou incapaz de prender o leitor. Algumas vezes o tema discutido na obra não é bem visto por aquele que a está lendo.
      Obrigada por compartilhar seu ponto de vista também.

      Excluir
  4. Olá Thamiris!

    Eu também tenho alguns títulos abandonados no skoob, por motivos diversos. Ler o seu post me fez pensar um pouco sobre isso, o que nos leva a abandonar um livro:

    Há livros que são ruins mesmo (rs); há livros que existe o momento (ou idade, maturidade) certa para ler; há livros que exige leituras prévias para serem entendidos (levando em conta ficção e não ficção), há livros que exigem tempo e esforço que nem sempre temos disponíveis, há livros que não fazem o nosso perfil... são tantos os motivos.

    Obrigada por compartilhar a sua lista conosco, gostei de pensar sobre o assunto.


    Bjim^^
    cafeebonslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kelly.
      Seu comentário resume toda a questão levantada, rs. Eu que agradeço por compartilhar sua opinião.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi!!

    Eu não li nenhum desses, mas entendo seus motivos para tê-los abandonado.
    Antes eu sentia um pouco de culpa por não terminar um livro e ficava me forçando a terminar.
    Mas depois parei com isso. Também acho que a leitura tem que ser uma coisa prazerosa e não forçada.

    Beijuu

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raí.
      Com certeza! Eu também já me senti mal por largar um livro com a leitura incompleta, mas faz parte da vida! hahaha
      Beijos

      Excluir
  6. Também abandonei 'Morte subida', achei tudo muito confuso naquele livro, não passei do terceiro capitulo.

    Abraços.
    aressacaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não lembro, mas li no máximo umas quarenta páginas.
      Beijos

      Excluir
  7. Eu te entendo, Thami. Não costumo abandonar leituras, pois acho que o livro pode surpreender no final, um plot twist, sei lá. Acho que toda leitura acrescenta em alguma coisa - nem que seja para melhorar minhas críticas negativas haha.

    Mas você abandonou poucos até. Fui olhar meu Skoob agora e tenho um total de 4 livros abandonados, dentre esses quatro, um que é A paixão segundo GH da Clarice Lispector, eu quero reler algum dia!

    Beijinhos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também podemos pensar por esse lado, Hel, o de que toda leitura nos acrescenta algo.
      Sim, não saio por aí abandonando tudo, haha. Só largo aqueles que realmente não estão me satisfazendo.
      Beijos

      Excluir
  8. Eu não sou muito de abandonar livros, que eu lembre os únicos que larguei foram "Cidade dos Ossos" e "Deuses Americanos", e os dois pelo mesmo motivo, Protagonistas chatos, depois da Bella de Crepúsculo eu fiquei meio sem paciência pra protagonistas sem sal ou com muito drama desnecessário. Eu também quase larguei "Morte Subita", por me deixar confuso no inicio também pela quantidade de nucleos, mas continuei por confiar na J.K (não era possível que depois de Harry Potter ela me fizesse um livro ruim) e confesso que foi uma das melhores coisas que fiz na vida, depois que os nucleos são apresentados a historia anda que é uma beleza, eu me senti como um morador do vilarejozinho e o final é algo tão desolador, mas tão desolador que tive vontade de ficar abraçado pra sempre com o livro. Ele tá no meu top10 livros para vida, mas eu não recomendo pra todo mundo, pq de fato ele tem um tema que agrade todo mundo, ele não é um livro pra todo mundo.
    E engraçado também que Anjos e Demônios eu li em um dia e Código da Vinci demorei horrores pra ler kkk Aparentemente somos bem diferentes pra leituras hein rs

    Abraços
    http://www.desconstruindooverbo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não li nenhum dos livros que você abandonou, rs.
      Fico feliz que "Morte Súbita" tenha sido uma boa surpresa, de verdade, mas não pretendo pegar o livro e tentar ler novamente.
      E, de fato, achei engraçado essa questão de "O Código da Vinci", foi ao contrário! rs

      Excluir
  9. Olá Thami,
    Você sabe, pois já cansei de te dizer, que não abandono livros, faço parte do time que vai até o final. Vários livros lidos em minha estante são assim, a prova é Morte Súbita eu persisti até terminar. Anjos e Demônios não consigo entender porque você abandonou, pois é um livro favorito da minha vida *-*
    Enquanto não havia Bob, acompanhei sua trajetória com ele e entendo o abandono. Também entendo com Morte Súbita, pois cheguei ao final, mas foi decepcionante.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bru!
      Sim, eu conheço bem a sua posição diante do abandono de livros.
      Eu também não consigo entender, Bru. Por isso pretendo tentar ler novamente algum dia.
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com