segunda-feira, 28 de julho de 2014

Resenha: O Fantasma – Robert Harris


Sinopse: O narrador deste surpreendente livro de Robert Harris é um ghost-writer. Acostumado a trabalhar com astros de rock decadentes e celebridades de segunda classe, ele agarra a chance de escrever as memórias do ex-primeiro-ministro britânico, especialmente ao descobrir que isso significa se hospedar em uma casa luxuosa na ilha Martha's Vineyard. Porém, ele não demora a notar que cometeu um erro terrível. Seu antecessor no projeto morreu em circunstâncias nitidamente suspeitas, e o ex-primeiro-ministro se revela um homem com segredos que retornaram para assombrar o escritor.




O ex-primeiro-ministro Adam Lang contratou Michael McAra, seu fiel colega, como ghost-writer para escrever suas memórias e fazê-las virar um livro. Mas McAra morre em circunstâncias suspeitas durante uma travessia de balsa e o ex-primeiro-ministro contrata outro ghost-writer profissional para substituir McAra e finalizar o seu livro.


O novo ghost-writer contratado por Adam Lang, cujo nome não é divulgado, por motivos que, bem... Deixe-me explicar o que é um ghost-writer: A tradução em português é “Escritor Fantasma”. O ghost-writer escreve um livro para uma pessoa famosa, dando a entender que foi a própria pessoa famosa que o escreveu, por isso “fantasma”. Normalmente, ele trabalha para pessoas que não tem jeito para escrever ou que simplesmente não tem tempo. Todo o sucesso que o livro recebe é transmitido à celebridade e ninguém nunca saberá que foi um ghost-writer que escreveu. Em troca desse trabalho, é claro, os escritores fantasmas podem receber um ótimo salário. E é por esse motivo que o nome do personagem principal do livro não é revelado: questão de sigilo.

“O problema é que, quando você começa a pensar sobre uma coisa, nem sempre consegue se obrigar a parar.” (Pág. 49)

A oferta para escrever as memórias de Adam Lang é curiosa e tentadora e o novo ghost-writer a aceita. Ele vai para os Estados Unidos com um prazo de quatro semanas para finalizar o livro, mas as coisas por lá não estavam nada bem. Para falar a verdade, tudo estava muito suspeito.

"A memória humana é uma sala de tesouros." (Pág. 98)

O livro é narrado em primeira pessoa e a cada início de capítulo há uma “dica” tirada do manual de Andrew Crofts de como ser um bom ghost-writer. Achei a ideia excelente e muito interessante. Há um suspense intrigante durante o livro, o que não o permite que se torne cansativo. Além de ser envolvente e surpreendente. É impossível imaginar o que pode acontecer no decorrer da história. 


“Quantas camadas de significado havia para interpretar naqueles olhos opacos! Você poderia escrever cem páginas apenas sobre aquele breve olhar e, ainda assim, não o esgotaria.” (Pág. 122)

A política é, basicamente, um tema bastante explorado no livro, mas não de um jeito monótono e sim, de um jeito agradável, completando a história de forma brilhante. A personalidade do narrador e personagem principal é bem humorada e possui defeitos humanos comuns, como a necessidade de compartilhar momentos, fato que o torna muito real. 

Pelo fato de ser muito bem aceito, o livro deu origem ao filme “O Escritor Fantasma”, que eu pretendo assistir em breve. Enfim, é isso! Espero que tenham gostado da resenha. Eu adorei ler este livro e indico muito a vocês.

8 comentários:

  1. Uau!
    Gostei muito dessa resenha, sou meio fissurada em livros desse tipo, parece ser uma ótima leitura. Vai com toda certeza para minha wishlist...
    Bjo, bjo, bjo!
    http://osliteratoss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha! Fico muito feliz por isso.
      Beijos.

      Excluir
  2. amei a resenha quero ler logo esse livro me deixou curiosa
    http://descrevendonuvem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Thamiris!
    Adoro livros que abordam esse assunto.
    Tenho absoluta certeza que gostarei do livro.
    Sua resenha está ótima.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna,
      Espero o livro lhe agrade.
      Obrigada, beijos!

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com