quarta-feira, 18 de abril de 2018

Mais respeito, por favor!

Esse texto vai ficar estranho, é apenas um desabafo. Imagine ele numa folha de diário, não tive preocupação alguma ao escrevê-lo, só escrevi.

Algumas coisas andam acontecendo na minha vida, e tais coisas me fizeram refletir muito sobre uma questão importante - mas muitas vezes esquecida - para as pessoas: o respeito. Sim, o respeito. Básico, simples e natural? Não. As pessoas andam perdendo a noção do que significa essa palavra. Esse substantivo masculino está me fazendo perder o sono.

Está bem?

De todas as idades e em todos os lugares. Há falta de respeito em todas as esferas. Eu não sei exatamente o que se passa em suas cabecinhas pensantes, mas não é possível que faltar com respeito seja algo como uma meta, um estilo de vida, uma escolha. N-ã-o-é-p-o-s-s-í-v-e-l! Eu, quando ajo de forma um pouco indelicada com alguém, já fico querendo me trancar num quartinho escuro e apagar da memória o meu ato desprezível (e, é claro, peço desculpas). Vocês aí que desrespeitam (e desprezam) o professor, a mãe, o garçom, o motorista do ônibus ou seja lá quem for (e que não merece o seu desrespeito), o que se passa nas suas mentes? Me digam, por favor. Do contrário, eu não vejo outra solução: vocês precisam de ajuda.

O mundo não tá legal e vocês sabem disso. Vocês têm problemas grandes, estão cansados de estudar ou trabalhar, perderam alguém que amam, detestam a vida que levam... Mas será que descontar suas raivas e inconformidades em todas as pessoas que são aparentemente inofensivas vai ajudar? É claro que não vai, se liguem! 

Não peço que saiam por aí sorrindo para o mundo enquanto levam porradas da vida (observação: muitos dos desrespeitosos não levam porrada nenhuma, sabe-se lá o motivo de serem tão babacas), não precisa ser aquilo que vocês não são apenas para ser gentil com os demais. Mas, o mínimo de respeito com as pessoas ao seu redor, você tem que ter. É sua obrigação enquanto ser humano. SIM, é sua obrigação. Afinal, você respeita para ser respeitado. 

Eu já falei isso por aqui e vou falar novamente: a gentileza é a nossa salvação. Um mínimo ato de gentileza salva vidas, muda dias, acende horas. E, queridos, a gentileza anda bem longe do desrespeito. Não dá pra conviver com carinhas emburradas e humores ácidos o tempo inteiro. A gente cansa. E uma das coisas mais tristes da vida é saber que as pessoas cansaram da gente, perderam a fé na gente, desacreditaram da gente.

Desrespeitosa: não seja uma dessas pessoas, por favor.


2 comentários:

  1. Oi Thami
    Quase todos os meus textos são como se fossem escritos em uma folha de diário. Eu só escrevo. Escrevo pra desabafar. Eu fico muito triste por ver o quanto as pessoas não estão nem ai pras outras. Muito triste isso, mas acredito que fazendo a nossa parte, aos poucos as pessoas a nosso redor mudam.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary!
      Obrigada pela visita linda de sempre. ♥
      Nem me fala, dá um desânimo enorme ver a falta de empatia de muitas pessoas ao nosso redor. Mas, é isso mesmo. Vamos fazer a nossa parte!
      Beijão

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com