segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Resenha: O visconde que me amava - Julia Quinn


Título: O visconde que me amava
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 288
Ano: 2013

Olá galerinha, tudo bem? 

O livro que resenharei hoje é o segundo da série Os Bridgertons da autora Julia Quinn, cujo título é O Visconde que me amava. Os livros dessa série da Julia Quinn são todos publicados pela Editora Arqueiro

Este livro nos apresenta a história de Anthony, primogênito da família Bridgerton, que é considerado o solteiro mais cobiçado da sociedade de Londres do ano 1814, pois ao que tudo indica possui o desejo “aquietar” e casar logo. Só que o que ninguém sabe é que nosso querido visconde só deseja unir-se em matrimônio pelo fato de acreditar não ter muito mais tempo de vida, e por isso escolhe Edwina Sheffield como a candidata perfeita para ser a nova Lady Bridgerton.

O plano de Anthony transcorria sem problema algum até perceber que para poder se casar com Edwina, ele precisaria conseguir a bênção de sua irmã mais velha, Kate. Kate é uma garota muito opiniosa e não acredita que Anthony é um bom candidato a futuro marido de sua querida irmã mais nova, porque não acredita que libertinos como ele conseguem mudar completamente e se tornar bons e fiéis maridos. Por esse motivo, Kate tenta fazer de tudo para manter sua irmãzinha longe das garras do visconde.

Durante a corte de Anthony para Edwina, ele e Kate vivem trocando farpas e elogios não tão amistosos assim, e como nós leitoras e leitores atentos já imaginamos, eles acabam se tornando amigos e dessa amizade acaba surgindo uma grande paixão que une os dois. Só que Anthony ainda tem seus medos e não quer de forma alguma amar outra pessoa porque amar alguém o deixaria vulnerável e de coração partido, pois tinha certeza de que não ficaria presente por muito tempo. 

O visconde que me amava é definitivamente o meu livro preferido de Julia Quinn, adorei conhecer Kate, mas foi Anthony quem ganhou meu coração. É um personagem perfeito ciente de suas imperfeições e finitude. Todos nós sabemos que não somos eternos, mas de alguma maneira Anthony acreditava que sabia quando seria seu ultimo dia de vida, queria deixar tudo encaminhado, principalmente sua família, ele tinha planos e sabia que a única coisa capaz de fazê-lo abandoná-los era o amor, pois ele acreditava que esse é o sentimento capaz de mudar todas as coisas. 

Não sei bem o porquê de eu ter me apegado tanto a este livro mas ele me tocou profundamente e me ensinou que o mais importante é o agora, é o sentir, é o amar e principalmente se permitir ser amado.

É um livro que me fez gargalhar, me emocionou profundamente, me fez sentir como o próprio personagem da história. Ler a história de Anthony e Kate foi um prazer imenso, espero que proporcione a quem tiver contato com ela os mesmos sentimentos e impressões sentidos por mim. Antes, era difícil escolher apenas um livro favorito dos vários que Julia Quinn escreveu, mas aí apareceu O visconde que me amava e definitivamente comecei a amá-lo. Não preciso nem dizer que indico este livro não é mesmo? 

E você, já leu a história de Anthony e Kate? O que achou? Deixe seus comentários!


QUINN, Julia. O visconde que me amava. São Paulo: Arqueiro, 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com