segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Das coisas inesquecíveis de 2017 - #ESM Dezembro

O céu lá fora está cinza, bem como o meu coração. Sabe, é dezembro! É Natal! Eu sou apaixonada por esta época, sempre gosto das luzes, das árvores enfeitadas, das férias, do clima no geral. Mas este ano está tudo diferente. É claro, eu continuo apaixonada pela época natalina, mas muita coisa mudou. Por exemplo: eu estou me formando em Letras. Obviamente eu estou muito feliz e grata por isso, é um sonho sendo realizado (nossa, sonho realizado, faz um bom tempo que não passo por isso!), mas juntamente com a felicidade, também existe um vazio considerável no meu coração. Sentirei falta das pessoas, da universidade, da rotina.


2017 foi (ainda é, pois faltam alguns dias para acabar) um ano maravilhoso, afirmo isso com convicção. É claro, eu perdi algumas coisas (e algumas pessoas), eu sofri bastante, me decepcionei bastante e morro de saudade de alguns fatos, mas estive tentando seguir em frente, e tentar seguir em frente, é um passo importante para que as coisas fiquem bem. Aprendi que devo perdoar as pessoas e seus erros, bem como os meus, e me entender com a minha própria paz.

Inesquecível! Quando algo se torna inesquecível quer dizer que, de alguma forma, foi especial? Ou tão triste que jamais conseguimos esquecer? Se for isso mesmo, quero apenas comentar o que foi especial.

Em 2017 eu fiz parte do PIBID - subprojeto de Letras, e eu amei fazer parte disso. Com o PIBID, fomos, de fato, para a sala de aula, dar aula. Criamos laços com os estudantes e os fizemos refletir, que é aquilo que eu almejo fazer com meus alunos quando eu tiver as minhas turmas de verdade. As experiências que vivi com o PIBID, jamais vou esquecer. Além do mais, neste ano, eu passei pela experiência dos estágios supervisionados II e III, então eu também fui professora, ao menos por um pequeno período... E foi incrível! Eu me descobri. Eu quero estar em sala de aula, eu quero ser professora. Certamente as duas experiências se tornaram inesquecíveis para mim.


Neste ano, como expus no início deste texto, estou me formando em Letras, então passei pela experiência do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), o que é outra coisa inesquecível de 2017. Dei o melhor de mim, junto com as orientações da professora Cibele (maravilhosa), para construir um bom trabalho, e pelos apontamentos e comentários da banca avaliadora, acredito que dar o melhor de mim deu muito certo. 

Parece que tudo girou em torno da graduação, e de certa forma, girou mesmo. E eu fico feliz que o meu último ano na faculdade foi tão importante e tão cheio de coisas inesquecíveis. Eu me sinto satisfeita em ter feito um bom trabalho. Mas irei, agora, um pouquinho além disso...

Existiram pessoas (e animais, porque uma vida sem animais não é uma vida completa) que fizeram do meu ano de 2017, um ano inesquecível. Existiram pessoas que eu jamais vou esquecer. Pessoas que estão indo embora. Pessoas que vão deixar o meu coração explodindo de saudade. E também existiram livros, livros inesquecíveis! Meu Deus, como eu sou apaixonada pela leitura e pela literatura!


Neste ano, ganhei duas festas surpresas (e eu nunca tinha ganhado nenhuma!). E, bem... Foram inesquecíveis! Eu agradeço imensamente as meninas que organizaram a primeira festinha: Ana, Érica, Júlia, Karla e Nati. E também agradeço muito ao meu amor, que organizou a segunda festinha. Vocês sabiam como eu queria ter uma festa surpresa e organizaram as melhores.

Existiram muitas coisas inesquecíveis em 2017, eu não conseguiria descrever todas elas aqui, e isso me deixa imensamente feliz, saber que passei por coisas tão agradáveis, que este espaço é pequeno para expor todas elas. E retomando o início deste texto: meu coração está dividido em alegria e tristeza. Mas eu sei que tudo ficará bem, eu ainda terei coisas pelas quais ser grata, e isso continuará tendo um peso considerável em minha vida. As flores continuarão a nascer, o sol continuará saindo, a chuva continuará descendo, e eu... Eu continuarei, se Deus quiser, vivendo. 2017, eu amei você!

+ Informações sobre o projeto Escrevendo sem medo: aqui.


6 comentários:

  1. Oi, Thami!
    Adorei seu texto!
    Menina, eu até que curti o assunto do meu TCC, mas ele me trouxe muito desgosto em outros aspectos. O que importa é que ele foi o maior sucesso e me formei #yay
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Obrigada, querida.
      Hahahaha, mas que bom que ele foi um sucesso, e sim, é isso o que importa!
      Beijão

      Excluir
  2. Oi Thami
    Que bacana seu ano. O meu teve algumas coisas boas, mas também aconteceram várias coisas bem complicadas. Eu tranquei Letras. Estou considerando bastante a possibilidade de prestar para psicologia quando meu marido terminar a dele.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary!
      Ah, eu espero que você curse aquilo que te faz feliz, mas apenas por curiosidade: você trancou Letras por conta do curso ou outros motivos pessoais?
      Beijão

      Excluir
  3. O seu texto muito lindo, na verdade na minha humilde opinião ficou perfeito, pois vi a sua personalidade dentro dele ❤️😍!!!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com