sábado, 15 de abril de 2017

Resenha: Phantasia - Organização de Dêner B. Lopes

Phantasia traz uma serie de contos que decerto não merecem ser apenas lidos em silêncio, mas declamados aos redor de uma fogueira.” Marcelo Siqueira, autor da trilogia “O Principe Gato”.
“Histórias e estilos diferentes, um conjunto completo de ação, magia, mistérios e conflitos. Leituras envolventes e cativantes, que despertam a curiosidade e nos fazem refletir sobre nossos próprios valores.” Camila Deus Dará, autora da trilogia “Ninho de Fogo”.
“De leitura fluída e fácil, esses contos nos levam de vilarejos lúdicos a ruas mórbidas. De castelos a casas sci-fi, sempre nos reservando algumas surpresas nas linhas finais.” Luiz Henrique Mazzaron, autor de “Máscara”.
Phantasia é uma síntese da literatura fantástica nacional. Essencial para compreender a produção deste gênero no Brasil” Tonny Ferraz, autor de “O Artífice”. 

Olá galerinha, o livro de hoje é o Phantasia, que tem como organizador Dêner B. Lopes, publicado pela Rouxinol que é editora parceira aqui do blog. Dêner B. Lopes é o mesmo organizador do livro 31 contos assombrados que tem resenha aqui no blog. Phantasia é um livro composto por 25 contos fantásticos com 360 páginas e antes de começar o conto, possui uma página contando quem é o autor da história, detalhe que curti muito.

Bom, antes de começar quero que vocês imaginem comigo o campus de uma universidade deserto, por volta das 22h30min, numa noite chuvosa, uma garota lendo um livro de contos fantásticos, muito concentrada, então, falta luz no lugar onde estava e ela escuta um raio. O que vocês acham que pode ter acontecido com a garota?

Isso mesmo, ela deu um pulo, derrubou o livro e o celular e então, como se nada houvesse acontecido, volta a luz. Isso que descrevo é o que aconteceu comigo quando estava lendo um dos contos deste livro. Acredito que não preciso dizer que me senti dentro do livro, certo?


Por ser um livro de contos a leitura é rápida, para mim foi ótimo não precisar me prender a um romance nesse mês turbulento e poder ler várias histórias ao mesmo tempo. Os contos são tanto de piratas, lobisomens quando de adolescente comum que vivencia um apocalipse zumbi. Claro que teve alguns contos que não me foram doces ao paladar, mas em contrapartida teve outros que eu adorei tanto que preciso compartilhar com vocês.

O que mais gostei foi o escrito por Isabelle Bissoli, “Uma Maldição de Palavras” que conta a história de uma escritora que vai parar dentro de seu próprio livro por conta de uma maldição de família:

“Eu não sou mais a Mel. Eu sou a Aria, a personagem do meu livro! Eu-estou-dentro-do-meu-livro!”

O que acontece depois obviamente não direi, mas quando terminei a leitura percebi que não respirava há um tempinho, pois foi literalmente de perder o fôlego.

Apaixonei-me pelo conto de Esther Lya Livonius, “A ironia da Águia”, que conta a história de uma garota que se transforma em águia e lhe tiram esse dom. Esse foi um dos contos que me fizeram refletir muito a respeito sobre o que nos é tirado, nesse caso, roubado. 

O conto escrito por Thiago Lee, “O sofrimento de Sara”, conta a história de Sara, uma celebridade que, por causa de uma pedra, não consegue sentir nada, nada de prazer, nada de dor... e isso a faz sofrer de várias maneiras diferentes. Este foi um dos contos que me fez dar valor as pequenas coisas da vida. 

Gostei também do conto “Fatum”, escrito por Sarah Grimes, que conta a história de fadas torturadas que transformam-se em mercenárias e atacam a rainha das fadas por um motivo muito nobre. E o último que comentarei com vocês é o conto do próprio organizador deste livro, Dêner B. Lopes “O Gávea Lunar” que é uma história de piratas, cuja capitã é uma mulher, que estão atrás do Cálice da Vida e acontecem algumas coisinhas que tornam o marujo o capitão deste navio. 

Gostei de vários dos contos que li e super indico este livro para ser lido a noite, antes de dormir ou em dia de chuva forte, acredito que dará mais emoção. Caso você nunca tenha lido contos fantásticos e queira conhecer um pouco desse universo, Phantasia é o livro ideal.

6 comentários:

  1. eu n conhecia o livro, mas adoro livros de contos, entao me interessei bastante por ele, principalmente com a sua resenha, se eu esperar um dia chuvoso aqui na minha cidade eu to lascada kkkk

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro ótimo #ficaadica. Se não chover, leia ele de madrugada​, acredito que a experiência será parecida kkkkkk

      Excluir
  2. OOi!
    Não gosto muito de livro de contos, são poucos os que conseguido me sentir envolvida. Porém, pelo que disse, percebi que eles são bem envolventes, alguns até eletrizantes, imagino.
    Provavelmente, se eu eu lesse, seria uma daquelas leituras sem pressa. Leria alguns contos, um tempo depois outros... haha De qualquer forma, como amo fantasia, dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca havia lido livros de contos e me surpreendi com este. Adorei de verdade, espero que goste hehe beijinhos

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    São poucos os livros de contos que eu li, pois é bem raro algum me chamar a atenção, e esse com certeza foi um dos poucos que me interessaram. Eu adorei o que você falou sobre os contos, com certeza eu iria adorar essa variedade. Com certeza está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Realmente é um livro para ler raidinho quando terminamos algum outro livro mais massante e cansativo e dá uma mexida na nossa mente com histórias curtas e mais diferentes. Legal a dica e a entrada com a garota na universidade? medoooo.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com