quinta-feira, 30 de março de 2017

Um pássaro engaiolado ganhando a liberdade - #ESM Março


"Recuei. Me disseram que ser livre enlouquece. Eu estava lá há tanto tempo, que nem me recordo a data. Bati minhas asas naquele espaço que foi o meu lar durante boa parte da minha existência. Os humanos tendem a achar que oferecer água e alimento a um animal é muito mais do que o suficiente. Teria pena deles, mas eu os amo demais para sentir isso.

Observei, cautelosamente, cada pedacinho da minha cela e refleti tanto quanto pude acerca do fato de que eu nunca mais a veria. Não, eu não estava triste, apenas senti certa dificuldade em abandonar a única coisa que conhecia tão bem. Os homens também sente isso, não sentem?

Coloquei um pedaço do meu corpo frágil na porta da gaiola que a criança, ao abrir, saiu correndo sorrindo. Era meu cúmplice e nem sabia! Era a minha hora de ser livre, eu bati as asas. Naquele dia descobri, como diziam, o que era a loucura. Mas se ser livre significa mesmo enlouquecer... Eu quero morrer louco."

+ Informações sobre o projeto Escrevendo sem medo: aqui.

20 comentários:

  1. Muito bom o seu texto Thamiris! A liberdade que todos nós almejamos, no entanto nem sempre alcançamos, mas o que vale mesmo é a busca em si. Isso é questão de que estamos evoluindo e certamente à encontraremos. Adorei o seu texto, parabéns e um abraço para ti!

    ResponderExcluir
  2. Lindo Thami. Eu quero morrer louca também. Sempre acreditei que a melhor coisa que podemos ter na vida é a liberdade.
    Beijos enormes
    P.S.: Ainda aguardo a resenha de Aos olhos de Zoe

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lary, sem dúvida alguma. ♥
      A resenha sai amanhã, ihuuuu!
      Beijocas

      Excluir
  3. Texto lindo e singelo, Thami, adorei, vc arrasa!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, amei! Esse texto me tocou não somente por causa da metáfora, mas pela parte literal também. Eu sempre odiei ver pássaros em gaiolas, acho uma maldade terrível. Sobre a metáfora, a forma que encontrei para me libertar foi viajando, me desligar de tudo e todos e somente curtir a vida, durante um curto período de tempo.

    Bjs.

    www.ciadoleitor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia, a metafora é o plano secundário, você sabia? O meu objetivo foi descrever a agonia que sinto quando vejo pássaros em gaiolas.
      Que bom que você gostou do texto, isso é muito importante para mim, obrigada! ❤

      Excluir
  5. Muito legal seu texto, simples e rico em compreensão além de estar cheio de sentimentos.
    Também estou participando do projeto e estou gostando muito de poder uma vez por mês parar para refletir sobre determinado tema. Não sei se vc leu o meu texto de março, mas preferir falar da liberdade de escolha e foi reconfortante.
    Enfim parabéns pela texto!!! Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Aline, por todo esse carinho.
      É maravilhoso saber que o projeto tem despertado isso em ti. ♥
      Beijos

      Excluir
  6. Que texto lindo e sensível Thamiris! E reflete muito nosso sentimento quando um passarinho querido se vai. Abraço! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Maria. Seu texto também ficou incrível! ♥

      Excluir
  7. Olá,
    Adorei o texto e enquanto lia fiquei na expectativa para saber se o pássaro iria se lançar a tamanha loucura ou não.
    E compartilho do mesmo pensamento de que prefiro morrer louca!

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Seu texto ficou maravilhoso! Adorei a maneira que você escreveu e fiquei bem apreensiva para saber a decisão do pássaro, e adorei o final da história.
    Parabéns pela escrita!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Thamiris, lindo e singelo texto, não tem como não se identificar com os pensamentos dessa liberdade. Adorei. Bjkas

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com