segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Eu li e... #18

Olá leitores, tudo bem?

Hoje trago mais um livro para a coluna "Eu li e..." e o livro escolhido para essa quinzena me agradou tanto que não posso esperar para compartilhar ele com o mundo, então, bora conferir!


O livro escolhido é: Passarinha de Kathryn Erskine, vamos conferir:

Nessa obra somos apresentadas à Caitilin, uma garotinha simples que vê o mundo em preto e branco. Ela possui dez anos de idade, é autista, portadora da Síndrome de Asperger. Acabou de perder seu irmão, Devon, para um acontecimento muito triste e ela não sabe como captar o sentido das coisas. Esse livro é sua busca por esse sentido.

Minhas Impressões:

Esse livro foi lançado em 2013 e me lembro que, na época, fez muito sucesso e recebeu muitos elogios. Eu sempre tive curiosidade de ler a obra, mas só li, de fato, por conta de um desafio que comecei a participar. E, meu Deus, que obra fascinante e envolvente.

Não nego que sempre senti certa fascinação por crianças autistas, não sei, eu sempre quis entender como eles veem o mundo e como o mundo parece para eles e Passarinha me proporcionou isso.

Imagine perder alguém que você ama e que está sempre com você te ajudando em tudo o que precisa, pois você é considerado especial e as pessoas ao seu redor não querem você por perto. A vida de Caitilin é basicamente assim, podemos dizer que Devon é seu porto seguro. Apesar de nossa protagonista entender a morte do irmão, ela não entende como os outros sofrem com isso – sim, é algo bem difícil de explicar.

Caitilin está fazendo terapia com a Sra. Brook e sente muita dificuldade em entender o sentimento do próximo e se colocar no lugar deles para entender seus sofrimentos e a sua terapeuta está tentando trabalhar com isso, além de tentar fazer a doce menina ter amigos, pois ela não tem. Seria Caitilin capaz de conseguir ver o mundo em cores, de se relacionar com as pessoas e sentir o que elas sentem?

Passarinha é um livro muito singelo e marcante. É aquele tipo de livro que você se lembrará para toda a vida e que terá vontade de reler assim que concluir a leitura. Entrar um pouco na mente de uma criança autista foi uma viagem e tanto e um aprendizado também, pois Caitilin foi uma personagem extremamente inteligente. Indico essa leitura para o mundo e, se pudesse, compraria milhares de exemplares e sairia distribuindo, pois ele, com certeza, ensinará muitas coisas para quem ler.


Beijos e até a próxima!
Por: Bruna Costabeber, Um Oceano de Histórias

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi Lu!
      Espero que você leia e curta,pois a história é incrível ♡
      Beijos

      Excluir
  2. ja faz tempo que quero ler esse livro! a proposta é super cativante e as recomendações são ótimas!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaila,
      A proposta é maravilhosa e sinto que conheci as pessoas que possuem essa síndrome ♡
      Espero que goste da leitura.
      Beijos

      Excluir
  3. Olá.
    Que amor essa resenha! Vejo apenas comentários excelentes sobre esse livro e estou muito curiosa para a leitura. Parece ser muito envolvente!

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada pelo carinho. Espero que, quando ler, você curta.
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com