segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Eu li e... #17

Olá leitores, tudo bem?

Hoje trago mais um livro para a coluna "Eu li e..." e o livro que escolhi para hoje me agradou bastante, mas possui algumas ressalvas. Como gostei de ter feito a postagem no formato de texto, farei o mesmo hoje, então, bora conferir!


O livro escolhido é: A Garota de Treze de Lilian Reis, vamos conferir:

Nessa obra conhecemos a Luce, uma menina de treze anos que odeia ter essa idade. O motivo? Ela não é vista pelos caras mais velhos, não pode fazer o que quer e, o pior, ainda não beijou nenhum menino. O livro inicia no dia em que ela completa treze anos e ela ganha de presente de sua mãe o direito de comprar o que quiser. Claro que, ao ir ao shopping, ela compra maquiagem que, milagrosamente, a faz parecer ter dezesseis anos. Por conta da maquiagem, Luce começa a entrar em uma teia de mentiras e coisas erradas. Será que ela conseguirá mudar isso sem sair machucada?

Minhas Impressões:

Eu tinha grandes expectativas para esse livro, pois sempre que lia algo sobre ele, era positivo. Todas as minhas expectativas foram supridas e isso me agradou. Entretanto, apesar disso, nem tudo foram flores nessa leitura.

Não sei o motivo disso – não me perguntem – mas ando extremamente criteriosa com relação a obras que são destinadas a adolescentes e contam com partes que não acho que isso faria bem para a mente deles. Vejam, acho que a humanidade já anda bem perdida em relação a adolescentes e entendo que pode ser difícil recuperarmos isso, mas será que devemos fazê-las se perderem mais?

Eu, com 24 anos, fiquei um pouco chocada com algumas coisas que acontecem nesse livro e até comentei – com spoilers com a Thami, que também ficou. Sei que é ficção, mas em um mundo como o nosso – onde pessoas acreditam que irão para Hogwarts – será que isso não é prejudicial e, o pior, incentiva as adolescentes a mentir e cria uma falsa expectativa de que as coisas podem dar certo da forma como a Luce fez na vida real.

Apesar de ter me sentido assim em relação a essa leitura, ainda faço a indicação, mas escolheria indicar para adolescentes de 16 anos para que elas possam ver como é ruim pular fases e que devem viver cada uma delas. Também indico para adultos, pois é muito legal ver como podemos ser descabeçados em alguns momentos.

Beijos e até a próxima!

Por: Bruna Costabeber, Um Oceano de Histórias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com