sábado, 23 de julho de 2016

Resenha: Persuasão - Jane Austen


Sinopse: O enredo deste empolgante livro gira em torno dos amores de Anne Elliot que se apaixonara pelo pobre, mas ambicioso jovem oficial da marinha, capitão Frederick Wentworth. A família de Anne não concorda com essa relação e a convence romper seu relacionamento amoroso. Anos após Anne reencontra Frederick, agora cortejando sua amiga e vizinha, Louisa Musgrove. "Persuasão" é amplamente apreciado como uma simpática história de amor, de trama simples e bem elaborada, e exemplifica o estilo de narrativa irônica de Jane Austen, sendo original por diversos motivos, entre eles, pelo fato de ser uma das poucas histórias da escritora que não apresenta a heroína em plena juventude. O romance também é um apanágio ao homem de iniciativa, através do personagem do capitão Frederick Wentworth que parte de uma origem humilde e que alcança influência e status pela força de seus méritos e não através de herança.

O estilo de escrita de Jane Austen é algo que me prende, me surpreende e faz com que eu me sinta confortável. O ato de pegar o livro na mão, sentar no sol e começar a ler uma história da autora é algo que eu aprecio bastante. Até então, só havia feito isso com Orgulho e Preconceito, mas depois de muita vontade e, finalmente, com tempo livre, tive o prazer de ler Persuasão

*** 

O enredo gira em torno de Anne Elliot, que é filha do viúvo sir Walter Elliot e tem duas irmãs: Mary e Elizabeth. Mary já é casada e mora longe. Elizabeth ainda está solteira. A situação da família começa a se tornar dificultosa e eles se veem na obrigação de mudar de casa e diminuir os gastos. Partindo do princípio de que Anne não teria nenhuma utilidade na mudança e acomodação da casa nova, enquanto sir Walter Elliot e a srta. Elizabeth rumam para o novo lar, Anne viaja para a casa da irmã Mary que se sente doente. É por lá que ela reencontra Frederick Wentworth

Há oito anos, Anne, persuadida pela família, deixou de casar-se com o homem a quem dedicava o seu amor, Frederick Wentworth. Vou acrescentar aqui o fato de que, na época do pedido de casamento, Wentworth era um sujeito pobre. E então, depois de oito anos angustiantes para Anne, ela se vê na obrigação de permanecer nos mesmos lugares que Wentworth novamente. É a partir desta perspectiva que a história se desenrola: o reencontro de duas pessoas que se amavam no passado, mas que por consequências da vida (ou da família de Anne) foram obrigadas a se separar. 


Sir Walter Elliot é completamente indiferente à filha. Assim como Elizabeth não dá a mínima atenção para a irmã. O comportamento deles em relação à Anne me fez sentir uma forte repulsa. Consequentemente, Anne, para mim, se tornou aquele tipo de personagem que você quer ter por perto, proteger e falar coisas amáveis e reconfortantes para que ela se sinta melhor. 

Para mim, foi quase impossível não tentar comparar Anne com Elizabeth Bennet. Então, vamos falar rapidamente sobre isso: pude perceber que Elizabeth é mais corajosa e tem uma personalidade marcante, já Anne, não. Anne é a bondade e a delicadeza em pessoa e, como o título da obra sugere, deixa as pessoas a persuadirem com muita facilidade. Anne me remeteu muito mais a Jane Bennet, o que eu achei ótimo, afinal, Elizabeth é uma personagem única. 

A forma como o enredo se desenvolve é lenta e bem trabalhada, uma característica que marca a escrita de Jane Austen. Do mesmo modo, os diálogos são extensos e cheios de detalhes, retratando os costumes da época. Com uma pitada de ironia não ofensiva, Jane Austen conquista o leitor. Apesar de não sentir o impacto que esperava, a leitura é aconchegante e inteligente. É impossível não sentir compaixão por Anne! E o romance... O romance é típico do estilo Jane Austen, as coisas acontecem de forma tranquila, há dúvidas, há medos, há algumas atitudes precipitadas, há julgamentos, mas acima de tudo, há amor. É improvável que, ao ler a obra, você não sinta a necessidade de unir Frederick Wentworth e Anne Elliot. 

"Tenho de aprender a suportar a ideia de ser mais feliz do que mereço."

Portanto, apesar da minha constante comparação entre Anne e Elizabeth, a leitura da obra foi extremamente válida e é mais do que indicada! Persuasão nos faz pensar em como é importante não nos deixarmos levar, mesmo que por pessoas intimas a nós. A protagonista Anne passou oito anos de muita angústia por não seguir as suas vontades e seguir as vontades alheias. Com isso, ao ler a obra, torna-se perceptível que é de suma importância ter uma opinião própria e saber calcular os erros e os acertos futuros.


24 comentários:

  1. Olá
    Ainda não li nada da autora, mas sempre desejei muito ler e ainda espero poder ter suas obras em minha estante. Amo o gênero e só leio comentários positivos a respeito, por isso minha curiosidade só aumenta. Sua resenha está maravilhosa, assim como a foto também. Já tinha ouvido falar mesmo que sua escrita é lenta, porém bem trabalhada. Quero muito saber mais a respeito dos personagens e a ambientação. Os detalhes devem ser riquíssimos ♥

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fer!
      Sempre que adquiro uma obra de Jane Austen e tenho o prazer de vê-la em minha estante, sinto algo inexplicável! haha. Recomendo que comece lendo Austen com Orgulho e Preconceito, é a minha obra favorita da vida.
      Obrigada pela visita! Um beijo.

      Excluir
  2. Bom, devo dizer que se visse esse livro em alguma prateleira de livraria, não teria interesse em comprá-lo. Todavia, depois de ler sua resenha criei uma opinião diferente. A particularidade da escrita da autora é um ponto a favor que deve ser levado em consideração em minhas leituras.
    Além disso, gosto de leituras lentas com descrições profundas, pois nos faz entrar mais a fundo no universo proposto pela autora! como ainda não li na dela, precisarei me aprofundar mais um pouco sobre a mesma.
    Obrigado pela dica e sucesso!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico lisonjeada por isso, muito obrigada!
      Concordo com o que falou a respeito de leituras lentas e descrições profundas, aliás, essa é uma característica literária que passei a gostar depois de muito topar com ela.
      Aconselho você a começar por Orgulho e Preconceito, caso tenha interesse.
      Sucesso!

      Excluir
  3. Sua resenha ficou ótima, amo Jane Austen <3
    No meu blog tem resenha dele. Bjos!

    BLOG LITERÁRIO 2

    ResponderExcluir
  4. Oiiii Thaaa!

    Tu sabe que sou um pouco difícil quando se trata de romances de época, mesmo os da Jane Austen. Eu reconheço o talento dela e a respeito muito como escritora. Mas acho que prefiro livros mais contemporâneos. kkk
    Mas sua resenha ficou incrível, como sempre!!

    Beeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raí!
      Obrigada pelo carinho de sempre. ♥
      Entendo sua preferência, mas tente dar uma chance, hihi.
      Beijocas

      Excluir
  5. Ainda não li nada da autora, e nem sei o motivo desta minha falha. Os livros dela são sempre bem elogiados, e o estilo casa com o meu gosto. Preciso mudar isso e logo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jane Austen é maravilhosa! Leia algo dela e se apaixone. ♥

      Excluir
  6. Ual. Mais um livro para minha lista! Tenho que ler livros da Jane! Amei a resenha Flor!
    Jardim de Palavras
    Vintage Feelings

    ResponderExcluir
  7. Você acredita que eu nunca li nada da autora? É um vergonha confessar isso mas pretendo acabar com essa situação esse ano. Eu não conhecia essa obra e pelos seus comentários eu fiquei bem curiosa e gostei da premissa. Espero que quando eu ler, eu posso gostar também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero isso, Beatriz! Mas comece por O&P. ♥

      Excluir
  8. Olá Thami, tudo bem?
    Como sempre, uma resenha incrível. Você sabe que meu carinho pela Jane surgiu por sua causa. Gostei muito da sua opinião de Persuasão e acho que é inevitável essa comparação com a Elizabeth, pois ela é uma personagem tão querida e única, como você disse - ainda bem que ela continua única!
    Eu acho que, algumas vezes, é inevitável não nos deixarmos levar por aqueles que amamos, mas precisamos aprender a podar isso.
    Espero ler muito em breve esse livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bru! Tudo ótimo e contigo?
      Obrigada pelo carinho que sempre demonstra.
      Sei sim e isso é demais! ♥
      Espero que você leia a obra logo.
      Beijos

      Excluir
  9. Oi Thamiris,
    Vou ser sincera: eu te admiro. Que invejinha de você, sou louca para ler esse livro, mas sempre vou adiando por medo da escrita da Jane.
    Eu demorei muito para terminar Orgulho e Preconceito que agora traumatizei um pouco, rs. Mas sou apaixonada por essas histórias então preciso conhecer mais a fundo.
    Beijos e parabéns pela conquista de ler um livro dessa imensidão!
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra!
      Obrigada pela visita e pelo carinho.
      Não tenha medo, um livro é diferente do outro. Vai que você acha Persuasão mais fácil de ser lido!
      Beijocas

      Excluir
  10. Ah, eu amo tanto esse livro! E a parte da carta, ao final do livro, você também leu com um sorriso bobo? Eu torci tanto por esse casal, tinha as mesmas dúvidas e anseios da Anne em relação ao Cap. Wentworth durante a leitura, e isso me fez vibrar demais com o desfecho.

    Adorei a resenha, muito sucinta!

    Beijinhos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei muito feliz com o fechamento, Hel. E também torci pelos dois, como falei na resenha.
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  11. Oi!
    Tenho muita vontade de ler algo da Jane, principalmente por ter lido uma obra recentemente que foi inspirada em Orgulho e Preconceito.
    Fiquei bem curiosa com a história dessa protagonista, principalmente por ela ter passado tanto tempo 'sofrendo'
    Espero um dia ler Jane Austen e poder conhecer Elisabeth :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Qual a obra que você leu que é inspirada em Orgulho e Preconceito?

      Excluir
  12. Gente eu quero a tanto tano tempo ler Jane Austen porém tenho uma fila enorme de livros. Confesso que a sinopse de Persuasão sempre me chamou mais atenção do que Orgulho e Preconceito. Não sei se quando ler, farei essas comparações, mas isso foi bom porque mostra que a autora pode construir personagens diferente. Super anotada sua dica <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, você já leu Orgulho e Preconceito?
      Com certeza, mostra a genialidade da autora em criar personagens únicas.
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com