sábado, 20 de fevereiro de 2016

Resenha: O capítulo do Julian - R. J. Palacio


Sinopse: O capítulo que você queria ler em Extraordinário. Mais de 1 milhão de leitores já se encantaram com Extraordinário e a bela história de Auggie Pullman – um garotinho de feições incomuns que tem pela frente uma difícil missão: convencer as pessoas de que, apesar da aparência, é uma criança igual a qualquer outra. Agora todos terão a chance de saber o que se passa na cabeça do personagem mais controverso do romance: Julian, o menino que lidera a cruzada de bullying contra Auggie. Por que Julian trata Auggie tão mal? Será que ele pode ser perdoado? Em O capítulo do Julian R. J. Palacio faz uma comovente incursão no mundo de uma criança que tem o coração muito maior do que seus atos de bullying e crueldade podem fazer mostrar, mas precisa de ajuda para enxergar isso.



Finalmente tive a oportunidade de ler esse livro. Como Extraordinário ganhou o meu coração, decidi ler tudo aquilo que o envolvesse. Então, depois de concluir a leitura de Plutão, ansiosamente escolhi O capítulo do Julian para ler.

Uma das coisas mais bacanas em Extraordinário foi o fato de conhecermos o ponto de vista de outras pessoas, não somente o de Auggie. Porém, lá não temos acesso à mente de Julian, e eu estava bastante curiosa para saber o que se passava na cabeça daquele menino malvado (que na verdade, nem é tão malvado assim). E é isso que encontramos com essa leitura, descobrimos quais são os pensamentos do Julian diante da chegada do Auggie.

"Não existe um manual que nos diga como agir em todas as circunstâncias da vida, entendem? Então o que sempre digo é que é melhor pecar pela gentileza. Esse é o segredo. Quando você não sabe o que fazer, simplesmente seja gentil."

Senti muita saudade dos personagens, pois li Extraordinário em julho de 2014 e só agora, quase dois anos depois, li O capítulo do Julian. A história é acolhedora e nos faz querer continuar até finalmente concluir o livro. Admiro essa característica de prender o leitor que R. J. Palacio possui. 

Há dois pontos que quero comentar. O primeiro trata-se do acontecimento do photoshop. Fiquei assustada ao extremo em ver tamanha frieza na mãe do Julian. E o segundo complementa o primeiro: Simplesmente senti vontade de socar essa mãe. Entendo que ela quis, desde o início, proteger seu filho, mas nada justifica pensamentos tão egoístas. É uma pena que existam tantas pessoas como ela por aí.

"O mundo é enorme e nem todos são legais sempre."

Mais uma vez, R. J. Palacio nos traz ensinamentos de uma forma simples, através de uma escrita confortável. Aprendi o preceito da gentileza em Extraordinário e me senti feliz ao vê-lo reforçado em O capítulo do Julian. Só tenho elogios a fazer a esse texto. Se tiver oportunidade, leia!


2 comentários:

  1. Oi, Thamiris!
    Ainda não li Extraordinário e me sinto um et por conta disso.
    Efeito photoshop... Eu ri hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe do sorteio do livro Marianas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza.
      Certamente você não é a unica que não leu. Mas, tem vontade?
      A cena do Photoshop é chocante.
      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com