quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Passarinho


"O dia tinha sido quente. Levantei cedo e depois de limpar o chão da casa, fiquei jogada no piso, tentando aliviar o calor (e a dor). Isso se manteve durante as próximas nove horas, mais ou menos. Perto das oito, a chuva de verão tomou conta do céu. Tudo ficou escuro, mas não pense que me assustei. A escuridão faz parte de mim também. Depois da tormenta, me sentei sozinha na escada da frente. Fechei os olhos e respirei o ar renovado pela chuva. Assim, me senti em paz. Mas a paz durou apenas um instante.

Ao abrir os olhos e vê-lo, tudo o que eu senti de bom de esvaiu. Isso é irônico, pois ele é um ser tão belo e admirável. Deixe-me explicar. A liberdade dele me faz sentir medo. A liberdade daquele ser em especial, me fez sentir inveja. E a inveja não é um sentimento para se admirar, mas estou presa em emoções ruins. É como se eu tivesse asas, como ele, mas elas estivessem quebradas. 

Sempre questionei o ato de prender um pássaro na gaiola. Vê-lo ali, sem poder voar, me faz pensar em mim, sem poder andar. Um passarinho preso me faz pensar no quanto é complicado viver a vida, mesmo tendo consciência de que viver é maravilhoso. Eu explico: Depois de capturado, o passarinho é preso numa gaiola. Automaticamente, ele perde a oportunidade que possuía de viajar e ir além. Sua vida, que era tão linda, livre e ilimitada, passa a ter um padrão rigoroso e finito. Mas ele não esquece de que já viveu coisas maravilhosas e queria poder vivê-las novamente, mas as grades o prendem. Seu desejo de voar não é suficiente. 

Agora, imagine você. Assim como o passarinho, você passou pelas batalhas diárias que todo ser humano está sujeito a passar. Mas você venceu, enfrentou os obstáculos e derrubou as barreiras. De repente, algo ou alguém aparece no seu caminho. Você já não é o mesmo. Sua vida já não é a mesma. Agora, você tem que lidar com o seu presente. E por mais que você queira enfrentar novamente essa nova fase da vida, algo o impede. Seu desejo de continuar não é suficiente.

Fiquei fitando aquele pássaro. Admirei a forma graciosa com que norteava o seu voo. Pensei: Talvez eu não deva sentir inveja. Há um ponto em que me encontro em vantagem, mas não sei julgar se isso é bom ou ruim. Não quero parecer egoísta. Mas, tudo bem. Vou falar: 

O pássaro, coitado! Quando preso, precisa que alguém o solte. Ele não pode fazer isso sozinho. Ele não pode se libertar sozinho. É preciso esperar, pacientemente, pela piedade do homem. 

O ser humano, muitas vezes, pode se libertar sozinho. Não é fácil, mas a mente pode fazer uma escolha e contar com o auxílio do coração. Não é necessário que alguém o “solte” do sofrimento, como é necessário para o passarinho. Eu sei que o ato de falar é bastante simples, mas você pode tomar suas próprias medidas depois de muito refletir. O modo como quer enxergar a vida, depende única e exclusivamente de você. 

Uma lágrima escorreu pelo meu rosto. Queria pedir perdão ao passarinho. Eu o julguei cedo demais, um impulso preguiçoso provocou esse julgamento. A verdade é que cada um de nós, homem ou pássaro, possui suas dificuldades. Ainda quero ser “livre” como ele, então vou tratar de resolver isso. Fiquei o observando rodopiar por mais algum tempo, como se quisesse se exibir para mim. Levantei, caminhei até a grama e me deitei. Dali, eu podia observá-lo melhor. E admirando aquele passarinho, eu sorri."

Por Thamiris Dondóssola.

32 comentários:

  1. Que lindo!
    pre comento quase a mesma coisa nos seus posts, mas não dá para descrever as coisas que você escreve de outro jeito!
    Se um dia você resolver escrever um conto ou algo mais longo, por favor, me deixa ler?
    Viajei nas suas palavras e fiquei imaginando cada cena se desenrolando na minha cabeça.
    Parabéns Tha!

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, sua linda! Fiquei emocionada com o seu comentário :'(.
      Claro, Rai. Eu já escrevi algumas coisas, mas estou praticando e melhorando com o tempo.
      Que bom saber disso, essa é exatamente a minha expectativa.
      Muito obrigada! ♥

      Excluir
  2. Que texto lindo *.* Muito bom!!!

    Adorei o seu blog e já estou a seguir :)

    beijos,
    Daniela RC
    Blogue: Doce Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Olá, Thamiris.
    Gostei muito do seu textos e da comparação. Parabéns você escreve muito bem. Eu nunca fui a favor de se prender animais, não só os passarinhos.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil.
      Muito obrigada mesmo!
      Com certeza. Assim como nós, seres humanos de bem, todos os animais merecem viver livremente. Todos.

      Excluir
  4. Que texto lindo,parabéns.Já pensou em escrever um livro?Seria maravilhoso,com certeza iria comprar.
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!
      Penso nisso diariamente, haha. Um dia realizo o sonho de ser publicada. Enquanto isso, estou tentando aprimorar minha escrita.
      Muito obrigada pelo carinho!

      Excluir
  5. Thami,
    Primeiro de tudo, seu texto está incrível, como era de se esperar, e essa foto é maravilhosa.
    É impressionante como isso acontece, mas, a cada texto que leio, sinto sua escrita evoluindo muito e parece que as palavras fluem com mais velocidade.
    Por favor, escreva um livro.
    Beijos ♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Bru. Fico feliz que tenha gostado. Agradeço pelo carinho.
      Beijos!

      Excluir
  6. Texto muito lindo! Fala de um jeito diferente sobre liberdade *-* amei!
    beijos :*
    http://memorialices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo, Thamiris!
    E essa analogia com os pássaros, então.. Excelente!!!
    Vc tem uma escrita mto boa e nos que nos faz pensar..

    Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Pamella! Você é muito gentil. ♥
      Beijos

      Excluir
  8. Oi Thami... q lindo!!! E a foto combinando perfeitamente com o texto...

    Belas Terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  9. Oi Thamiris.

    Adorei seu texto. Sua postagem deixa uma reflexão bastante interessante para vida e uma sensação diferente.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kênia.
      Muito obrigada! Seu ponto de vista é interessante.
      Beijos

      Excluir
  10. Texto lindo e reflexivo,mas de um jeito bom e gostoso ... sorri ao terminar de ler seu post!!!

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi Thamiris, tudo bem? Primeira vez que visito seu cantinho e já amei tudo por aqui, um amorzinho. Posso ficar por mais alguns minutos? Já começo falando do layout, muito lindo 'u' e o conteúdo muito bom. Estou encantada com tudo por aqui ;3
    Eu nunca soube o por que das pessoas ficarem falando "por um mundo com menos homens e mais passarinhos." Agora eu entendi. É por que os pássaros são livres e o homem não. Mas gostei disso: "A verdade é que cada um de nós, homem ou pássaro, possui suas dificuldades." o texto ficou lindo e bem reflexivo. Ao ler o texto fiquei imaginando cada cena descrita no mesmo, e isso é coisa que raramente acontece, você conseguiu me deixar tão envolvida no texto a ponto de eu nem piscar. A leitura foi leve e fiquei aqui com gostinho de quero mais :c estou seguindo o blog, tô com um carinho enorme pelo seu cantinho agora ♥

    XOXO, { Radioativa }

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Geovana!
      Agradeço imensamente pelo carinho. Que bom que gosto do layout também, haha.
      Espero vê-la mais vezes por aqui ♥
      Beijo

      Excluir
  12. Olá! Adorei seu texto. Muito bonito e reflexivo. Você tem um estilo de escrita impecável! Parabéns!

    Beijos
    http://albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Thamiris! Parabéns, vc escreve muito bem e com a alma, isso é muito importante. Quem nunca se sentiu como o passarinho? O pior é que são poucos que pensam que poderiam estar no lugar dele...
    Adorei o seu cantinho, estou te seguindo!

    Bjs


    http://coisasdajuuh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana!
      Muito obrigada pelo carinho. ♥
      Beijos

      Excluir
  14. Que texto mais lindo Thamiris!
    Fiquei arrepiada com lágrimas nos olhos, sério mesmo.
    Obrigada por me emocionar assim <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nhom, coisa linda! Eu que agradeço pelo carinho ♥

      Excluir
  15. Que texto magnífico! Calhou perfeitamente bem aos impasses que ando vivendo todas as noites quando me deito para dormir, e flash da minha vida e de um futuro permeiam minha cabecinha.
    Nunca tinha pensado dessa perspectiva da autonomia que viabiliza a própria liberdade. E novamente tudo é uma questão de escolha...
    Essas palavras foram emocionantes, amei!
    Blog Riscoculto

    ResponderExcluir
  16. Thamiris que show de texto mulher! Eu até li em voz alta aqui hahaha
    Texto para pensar e refletir, muito bom, parabéns!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com