quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Resenha: Claros sinais de loucura - Karen Harrington

Sinopse: Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O sol é para todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca. Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai, professor, tornou-se alcoólatra. Fugindo da notoriedade do crime, ele e Sarah já se mudaram de diversas cidades, e a menina jamais se sentiu em casa em nenhuma delas. Com a chegada do verão em que completa doze anos, ela está cada vez mais apreensiva. Sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, já se acha grande demais para passar as férias na casa dos avós, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa pelo primeiro beijo de língua que ainda não aconteceu. Mas a vida não pode ser só de preocupações, e, entre uma descoberta e outra, Sarah vai perceber que seu verão tem tudo para ser muito mais. Bem como seu futuro.

Em “Claros sinais de loucura” nos deparamos com Sarah Nelson. Ela tem doze anos e mora com o pai desde quando a sua mãe tentou afogá-la, aos dois anos de idade. Esse evento gerou uma série de outros acontecimentos na vida de Sarah. Esses outros acontecimentos, como a certeza que a garota tem de estar enlouquecendo e sua dificultosa relação com o pai, são narrados por ela nas páginas desse livro.

"Eu me sinto dividida ao meio. Sofro de tanta vontade de saber mais sobre minha mãe; ao mesmo tempo, queria que ela nunca tivesse me mandado cartão nenhum. Sentir duas coisas ao mesmo tempo deve ser um dos primeiros sinais de loucura." 

Karen Harrington é a autora de “Claros sinais de loucura”. Se eu precisasse classificar essa leitura com uma palavra, classificaria como “agradável”. É agradável porque você encontra um problema sério visto por um ângulo menos sufocante. Esse ângulo é a descrição de Sarah. O estilo do livro é bastante afável, pois a linguagem é de fácil entendimento e muitíssimo acessível. Ele é narrado em 1ª pessoa, por Sarah e não é muito longo, possui 256 páginas. 

"Quando você escreve as coisas no papel — digo —, é como se a sua mão soubesse mais que a sua mente. Não sei por que, mas é verdade."

Sarah é uma menina incomum, ao menos em minha opinião. Ela é muito inteligente e observadora. Ao longo da história, Sarah costuma mostrar algumas palavras e seus significados. Eu gostei bastante da personagem, pude rir algumas vezes com ela e acredito ter compreendido alguns de seus pensamentos. Também gostei da participação de Finn, o irmão da vizinha de Sarah e seu pai. Mas há problemas sérios por trás dessa narração leve, como alcoolismo e fatos que afetam o psicológico das crianças a partir de alguma situação específica, podendo então causar um trauma. No caso de Sarah, foi quando sua mãe tentou matá-la. 

Tive a sensação de que as últimas páginas me levariam mais adiante. Mas quando me dei conta, o livro acabou. Isso infelizmente não é um ponto positivo. Não é uma das minhas leituras preferidas, dei três estrelas no skoob, mas foi uma ótima experiência. Consegui refletir bastante e tirar algumas citações maravilhosas dela.

16 comentários:

  1. Oi Tha,
    Então, cá está sua resenha de Claros Sinais de Loucura.
    As opiniões sobre esse livro são distintas e chegam a ser confusas. Tem gente que ama esse livro, gente que odeia e gente que fica no meio termo.
    Gostei da ótima resenha que você fez e deu para nos dar uma ideia do que acontece na trama, bem como me fez querer ler.
    Acho que ver temas complicados sob a perspetiva de uma criança deve ser interessante. Com certeza vou ler.
    Amei a sua resenha.
    Beijão ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru, obrigada pelos comentários. É bom saber que tu gostou da resenha, espero que possa ler em breve!
      Beijos <3

      Excluir
  2. Oi ...
    Adorei sua resenha !
    Já havia lido outras resenhas que citou o mesmo que você sobre o final , e isso me deixa receosa de ler o livro , não costumo gostar de livros que "acabam sem ter acabado " ...
    Beijos .

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Puxa, que bom! Obrigada.
      É, mas existem livros maravilhosos por aí com um final mal acabado.
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu confesso que não conhecia o livro, mas ele me chamou a atenção por alguns motivos, eu acabei gostando porque eu gosto de uma história mal acabada porque me faz pensar em vários finais
    Com amor, Laura
    whereve-r.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, se olharmos por esse lado, história mal acabadas têm lá suas vantagens.
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi, Thamiris!
    Estou curiosa com esse livro. O enredo é bem interessante.
    Já está na minha lista de desejados.
    Beijos

    www.construindoestante.com || Curta a fanpage
    Esse é o mês de aniversário do blog! Participe da Promoção e do Top Comentarista

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro, pareceu ser interessante mas é uma pena quando a gente vê o livro acaba e isso acabar não sendo positivo :/
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade... Mas como uma colega ali em cima falou, podemos inventar vários finais.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi, tudo bom?
    Eu amo a capa desse livro e sempre tive interesse em ler. Me espantei pelo jeito que o livro começa, a mãe tentar matar a própria filha, isso é bem trágico.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca,
      É, mas acredite, é um bom livro justamente por isso.
      Beijos

      Excluir
  7. Olá Thamiris!
    Eu já li esse livro, e realmente o final não foi muito bom, esperava por mais da Karen.
    Gostei muito da sua resenha e da avaliação, também não é um dos meus prediletos.
    A capa é super fofa.
    Beijos, Karol
    http://sonhosdetodagarotinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Nossa, que bom que você concorda comigo então. Eu também esperava.
      A capa é fofa sim.
      Beijos!

      Excluir
  8. Olá :3
    Acabei de rncontrar seu blog e adorei!
    A organização em preto e branco é mt linda! Parabéns ^-^
    Eu já tinha ouvido falar sobre o livro mas nunca me interessei em procurar a sinopse (apesar de adotar a capa)
    Bjsss :*

    simplyonestory.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, nossa que bom! Fico feliz que tenha gostado ♥
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com