sábado, 22 de agosto de 2015

Citações do livro "A Pata da Gazela", de José de Alencar

Como falei na resenha de A Pata da Gazela (clique aqui para ler a resenha) fiz esse post especialmente para as citações (que não foram poucas! haha) que retirei dessa leitura encantadora. Vamos lá! Espero que gostem!


"O que amo nela é o pé: este pé silfo, este pé anjo, que me fascina, que me arrebata, que me enlouquece!..."

"Literatura e arte são plágios; quem pode fazer poesia e romance ao vivo, não se dá ao trabalho de reproduzi-los." 

"Senhor! por que em vez de homem não me fizeste estribo de um carro! Teria a felicidade de ser pisado por aquele pezinho."

"Parece uma singularidade; mas não é. Ninguém conta as pétalas da flor que admira; ninguém repara na forma especial de cada uma das partes de que se compõe um todo gracioso; porém a menor mácula se destaca imediatamente."  ()

"O Castro, que não admirara o matiz da rosa, notou a mácula e desgostou-se dela. Ele sentia-se com forças para amar o feio e o desgracioso, mas não o disforme, o horrível. Essa aberração da figura humana, embora em um ponto só, lhe parecia o sintoma, senão o efeito, de uma monstruosidade moral."

"A razão cardeal de toda a superioridade humana é sem dúvida a vontade. O poder nasce do querer."

"É o entusiasmo que faz o poeta e o artista, o sábio e o guerreiro; é o entusiasmo que faz o homem-ideia diferente do homem-máquina."

"Era o mesmo desencanto, a mesma insistência de seu espírito para enxergar a formosura da donzela através de um prisma deforme e caricato. Nessas ocasiões ele sofria diante da moça a fascinação do horrível, como o poeta sofre muitas vezes a fascinação do belo em face de um objeto desgracioso. Era então um poeta pelo avesso; um vate do monstruoso. Tinha na imaginação um gnomo de Victor Hugo: criava Quasímodos e Gwynplaines do sexo feminino com uma fecundidade espantosa."

"O coração é um solo. Vale onde brotam as paixões, como os outros vales da natureza inanimada, ele tem suas estações, suas quadras de aridez ou de seiva, de esterilidade ou de abundância."

"Amar é adorar a Deus na sua ara mais santa, a mulher. Amar é estudar a lei da criação em seu mais profundo mistério, a mulher. Amar é admirar o belo em sua mais esplêndida revelação; é fazer poemas e estátuas como nunca as realizou o gênio humano."


12 comentários:

  1. Que lindo! Frases maravilhosas. Não conhecia esse livro, parece ser belo.
    bj

    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro do José de Alencar e amei conhecer um pouco dele através da escolha dos teus quotes. Mais a que mais gostei foi os dois últimos quotes, se bem que gostei de todos.

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Nathalia. Os dois últimos são lindos mesmo.
      Beijos

      Excluir
  3. Quotes maravilhosas! As que mais gostei foram a que você marcou como favorita e a penúltima <3
    Beijos!

    www.imperfeitaas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Putz, gostei bastante dos quotes escolhidos! São ótimos! Fiquei bastante curiosa pra ler esse livro. Espero ter oportunidade em breve.
    Beijos
    Lendo & Apreciando

    ResponderExcluir
  5. Tha,
    Que quotes lindos.
    Adorei, de paixão, o quarto, muito perfeito.
    Sei o quanto gostou do livro e acho fantástico quando tiramos boas citações.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Olá Thamires,

    Gostei demais das citações, não li esse livro do autor, mas li O Guarani e é excelente....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco,
      Quero muito ler O Guarani. Me chamo Thamiris, rs.

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com