sábado, 25 de julho de 2015

Resenha: Purgatório - Mario Prata

Sinopse: No estilo divertido e inteligente de Mario Prata, Purgatório conta na íntegra a história de Dante e Beatriz. Dante é casado com Gema, mas seu verdadeiro amor é Beatriz, que há 25 anos vive na França. A temática que os envolve é a idéia de pecado e de culpa. E como explica o próprio Mario Prata: ´O que é pecado hoje? Não digo apenas diante da Igreja, mas diante dos nossos semelhantes. Quem são os honestos hoje? Quem iria para o céu, o purgatório ou o inferno?´. Esta obra é uma mescla de romance, humor e crítica na medida certa, escrita por quem é mestre nisso.





Ainda que seja, de alguma forma, inspirado no purgatório de Dante Alighieri, de forma proposital, este livro não segue as mesmas intenções de "A Divina Comédia". Comprei na feira do livro porque li o "Inferno" do Dante e ainda pretendo ler "Purgatório" e "Paraíso", então achei legal e decidi comprar já que fazia menção ao livro.

Este livro nos apresenta Dante, um banqueiro com uma vida relativamente boa e tranquila, exceto pela força de sua mulher, Gemma. A vida de Dante se transforma após a morte de sua primeira paixão: Beatriz. Beatriz é a moça com que Dante se relacionou na adolescência. Ela sofre um acidente e morre, mas Dante passa a receber emails dela lá do Purgatório e sua vida já não é mais a mesma.


Achei legal o fato de os nomes dos personagens serem todos também inspirados na "Divina Comédia". Acho que o primeiro passo para o humor foi esse, colocar os mesmos nomes nos personagens. Para falar a verdade, "Purgatório", de Mario Prata, tem a intenção de ser uma comédia do início ao fim. E eu posso dizer que realmente é engraçado. Mas sendo diretamente uma comédia, eu ri menos do que gostaria. O livro também, pelo fato de ser inspirado, faz várias menções a obra de Dante Alighieri para justificar a história ali encontrada. Esse aspecto eu preciso destacar que foi muito bem trabalhado.

Não tenho muito mais o que dizer a respeito. Em minha opinião, o final não foi tão movimentado quanto o começo. E sobre o espaçamento e a fonte: Estão perfeitos. O livro é muito bonito esteticamente. Apesar de não ser um dos meus favoritos, é uma leitura simples e rápida.

11 comentários:

  1. Olá Tha,
    Lembro quando você me falou que estava lendo esse livro e não me animei muito.
    Mesmo depois de ter lido essa resenha incrível, não fiquei tentada a lê-lo.
    Não sabia que você tinha lido Inferno de Dante, pois quero muito ler!
    Adorei a sua resenha, como sempre ♥
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru, sempre por aqui né? ♥
      Muito obrigada pelos comentários sobre a resenha, querida!
      Sim, para falar a verdade, eu peguei na biblioteca da faculdade "A divina comédia", mas consegui ler só o Inferno. Não vejo a hora de ler o restante.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá Thamiris,
    eu realmente não gosto de livros inspirados em outros. Tenho um certo preconceito, pois o autor lutou para cinsegui aquela história e depois vem alguém e usa grandes partes em sua obra!
    mas esse livro parece ser muito legal e sua resenha é muito bem explicada. Adorei o seu blogger, extremamente organizado (estou seguindo). Da una olhadinha no meu ♡
    Beijos,
    Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu não havia pensado dessa forma ainda. Mas livros inspirados em outros também podem ser uma forma de publicidade, correto? Ou até mesmo uma forma de mostrar o quanto a obra inspirada é admirada. Acho que prefiro pensar assim, rs.
      Muuuuito obrigada!
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Achei bem interessante a premissa desse livro, mas como uma história assim, de uma pessoa em um purgatório pode ser engraçada? Haha.
    Beijos, lendocomabianca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Só com a sinopse ja dá de perceber, Bianca! 😊 rs

      Beijos

      Excluir
    2. Oi!
      Só com a sinopse ja dá de perceber, Bianca! 😊 rs

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Thami, tudo bem?

    Esse livro parece ser legal. Já tentei ler A Divina Comédia, e infelizmente não consegui. Fiquei totalmente perdida e não fazia nem ideia do que estava lendo. Mas espero conseguir ler mais pra frente. É uma meta que pretendo cumprir! ahaha
    Beijos,
    Obcecada Pelos Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi. Parabéns pela resenha do livro, faz jus à obra e ao autor!
    Já li muito Mario Prata e, como sempre: irônico, hilário, irradiante...
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Loinara.
      Obrigada pelo elogio e pela visita!
      Volte sempre. Um beijo!

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com