quarta-feira, 15 de julho de 2015

Resenha: As nove vidas de Dewey – Vicki Myron com Bret Witter


Sinopse: Dewey já morreu, com a inacreditável idade de 19 anos! Mas suas histórias permaneceram como lendas em Spencer, e continuam a atrair a atenção de fãs do mundo inteiro. São pessoas que foram resgatadas de alguma forma pelo sentimento de companheirismo e afeição, e se reconhecem nas histórias do gato. Este lançamento é só mais uma prova de que há algo muito, muito especial na relação entre os bichos e os humanos.





O conteúdo do livro “As nove vidas de Dewey”, escrito por Vicki Myron e Bret Witter, são algumas histórias de Dewey, um gatinho que foi deixado, ainda filhote, numa caixa de devolução de livros da biblioteca e passou a viver por lá, durante seus dezenove anos de vida. Mas essas histórias não são as únicas a preencherem as páginas, há também uma série de narrações que envolvem outros gatos e pessoas comuns. Essas histórias são dividias em nove capítulos e poderiam ser classificadas como, no mínimo, educadoras. 

Durante a leitura, fiz aquilo que nunca mais tinha feito ao ler um livro: chorei. Chorei mesmo. Incontrolavelmente. É bastante sério. Em quase todos os fins dos capítulos eu chorava. Fechava o livro e refletia sobre o que eu tinha lido, depois chorava. Mas não pense, “Ah, então eu não quero ler esse livro, se ele só faz chorar”. Isso aconteceu comigo. É um fato particular. Pode ser que aconteça com você, mas não podemos dizer que acontecerá de certeza. E outra coisa: Eu indico esse livro. 
"Se era possível que um pequeno gatinho tivesse sido posto numa caixa de metal fria e escura e que tivesse saído de lá com sua confiança e compaixão inabaladas, então nós também podíamos aguentar nossos sofrimentos."
Acho que um dos objetivos da autora foi mostrar o poder que os animais têm de transformar as pessoas. Dewey transformou a vida de muitas pessoas, como narrado no primeiro livro de Vicki, “Dewey: Um Gato entre Livros”. Por acaso, quero ler esse livro também. Mas, com as histórias contadas em cada capítulo, pude perceber essa intenção de tentar demonstrar, por meio de um livro, o que os bichinhos podem fazer em nossas vidas. Aliás, preciso dizer que o prólogo já é incrível, já é capaz de nos conquistar. 


Outra coisa que é possível filtrar das páginas é a fidelidade dos animais e as coisas quase inacreditáveis que eles são capazes de fazer. Uma das histórias que mexeu demais comigo e foi a história em que eu mais chorei foi a de Bill e Arrepio, no terceiro capítulo: Foram 36 páginas de pura comoção, muito sentimento. 

Sobre os detalhes gerais: A capa é maravilhosa! As páginas são amareladas, a fonte é pequena, mas agradável e o livro ainda possui algumas imagens a cada início e final de capítulo.

Eu não achei nada improvável. O livro é incrível! Tudo o que os gatinhos fizeram, com toda a certeza fizeram por amor. E a reação das pessoas, dos seus donos, foi totalmente compreensível. Eu acredito no amor dos animais e acho que, se você não acredita, está perdendo a oportunidade de ser amado de uma forma única. Portanto, para concluir, as lágrimas valem a pena e o livro é de uma grandeza sem limites, é maravilhoso.

8 comentários:

  1. Oie Thamiris =)

    Não leio livros protagonizados por animais. Pelo simples motivo que sou muito chorona rs...
    Esse livro parece ser lindo, mas só de ler a sua resenha já fiquei com lagrimas nos olhos. Não vai rolar rs...

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariane, pois é. Comigo acontece a mesma coisa, acho que você pode perceber pelo que eu escrevi, rs.
      Obrigada, beijão.

      Excluir
  2. Olá Tha,
    Você sabe que sou extremamente apaixonada por animais e ler livros que envolvam esse tema me deixa abalada e eu sempre choro.
    Gostaria de saber o que leva um ser humano a abandonar um animal, que é indefeso. Não podemos imaginar o tamanho do sofrimento que esse animal passará.
    Adorei a sua resenha, pois ressalta os pontos cruciais para interessar uma pessoa.
    Vou ler esse livro sim!
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bru, assim como eu. Na verdade eu acho que não há nada que justifique tal ação, não são os seres humanos que fazem isso, são monstros.
      Obrigada, beijos.

      Excluir
  3. Olá !
    Não conhecia esse livro e já estou louca para ler :)
    Sou completamente apaixonada por gatos e a triste realidade é que ainda muitas pessoas tem preconceito com eles e acabam o abandonando . Tenho uma gatinha de estimação , obtive ela pela adoção , onde o dono me disse que iria "se desfazer dela " , então , mais que depressa a adotei . No caso de minha gata ela teve um final feliz , mas , nem sempre isso acontece .

    Com certeza irei comprar esse livro e também é certeza que vou me emocionar :)

    Beijos e parabéns pela resenha !

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diane,
      Esse preconceito só existe na cabeça de algumas pessoas. Pessoas irracionais.
      Que lindo ato! Que bom que você a adotou ♥
      Beijão.

      Excluir
  4. Oii,
    Nunca li livros assim, mas adorei esse! Vou adicionar na minha lista! Beijos.
    Bolicho da Guria
    Fan Page

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com