segunda-feira, 21 de julho de 2014

A Primeira Decepção



"Será que ele se lembra? Eu sempre penso nisso. Até hoje. Aquilo que não foi. Eu me lembro de como ele pronunciou as palavras ensaiadas: “Olá, bela flor! Eu sei que me atrasei... Estava pensando em você, em como eu tenho sorte por poder te tocar.” Parecia sincero, mas não era. Poderia ter sido, mas não foi. As coisas teriam sido diferentes se eu não o tivesse visto, naquela noite, com os braços envoltos numa garota, parecida comigo, mas que não era eu. “Três meses. Você não pode levar um relacionamento de três meses tão a sério.” Disseram os meus amigos. “Mas, ele... Ele dizia gostar de mim.” O primeiro garoto. O primeiro amor. O primeiro erro. Passei meses imaginando no que a minha vida poderia se tornar. “Eu não posso mais ficar com você.” Ele me olhou nos olhos enquanto eu pronunciava aquelas palavras duras, cheias de ódio e decepção. “Mas por quê?” “Eu... Eu vi o que você fez. Eu estava lá.” Aquele diálogo permaneceu martelando a minha mente por tanto tempo. Ele entendeu. Ele sabia o que eu vi que ele fez. Pediu desculpas, abaixou a cabeça. Ele foi embora. Ás vezes eu acho graça, mas lembro de que no momento em que aquilo aconteceu, eu quis morrer. É isso o que acontece quando a primeira decepção dá as caras. Principalmente quando você se apaixona pela primeira vez. É o tipo de coisa que você nunca esquece. Se decepcionar é como um círculo vicioso, é algo que nunca acaba. É o que nos faz passar pelas barreiras impostas pela vida. A primeira vez é como as outras, mas você nunca esquece. A cada vez que você se decepciona, aprende algo novo. Algo tão importante quanto aprender a andar de bicicleta ou ter um bebê. É simples e completamente inesquecível."

(Thamiris Dondóssola)

10 comentários:

  1. Texto super bem escrito, transmite toda a inocência por trás do primeiro amor, do primeiro namorado... Adorei.

    Blog Subexplicado

    ResponderExcluir
  2. hmm lembro da primeira decepção e a minha foi em dose dupla, o garoto que eu gostava e uma das minhas melhores amigas </3

    tens razão, é inesquecível.
    mais uma vez, um ótimo texto!

    beijão
    clarinestuff.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Clarine, imagino como deve ter sido difícil...
      Obrigada, beijão.

      Excluir
  3. Realmente a primeira decepção é inesquecível, é horrível quando gostamos de alguém e esse alguém nos machuca, mais ainda quando é o nosso primeiro amor, porque parece que tudo fica maior ainda, o mundo todo parece desmoronar, entre outras coisas, pois é o primeiro, a gente não sabe que vai superar, acha que não vai, mas vai, graças a Deus kkkk Enfim, adorei o seu texto, ficou lindo <3

    Beijos :*
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É inesquecível, mas pode ser curável! haha
      Obrigada Lari.
      Beijão

      Excluir
  4. Thamiris,
    Que texto lindo.
    Eu ainda me lembro de minha primeira decepção amorosa, foi muito doloroso, achei que iria morrer, mas estou aqui ainda :D
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus! haha
      Obrigada pela visita linda, beijos.

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com