quinta-feira, 12 de junho de 2014

Desproporção entre nós.


“Quando digo que preciso de um abraço, por favor, me abrace. Abrace-me, pois você é o único que consegue me tranquilizar após um dia difícil, uma noite mal dormida ou qualquer outra coisa que possa me afligir. A verdade sempre foi essa. Você sempre possuiu essa capacidade incandescente de acabar com as minhas angustias, nem que seja com um simples afago tímido nos meus cabelos, no meio da noite, enquanto eu durmo. Você, com sua personalidade serena, mas que diante de situações que desaprova, se torna confusamente agitada. E eu, impaciente desde quando foi possível, quando me vejo cercada por aflições alheias, me transformo no ser humano mais acolhedor da face da terra. Alguns diziam que não daríamos certo com todas essas contradições, mal sabiam eles, que foi exatamente essa desproporção entre nós dois, que nos tornou tão perfeitos um para o outro.” 

Thamiris Dondóssola

2 comentários:

  1. Adorei o texto. Lembre-se de uma coisa: Não existem duas pessoas exatamente iguais. O que torna um casal perfeito é a capacidade de encontrar coisas em comum em meio a todas as diversidades.
    Beijos

    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com