domingo, 22 de junho de 2014

A desordem que ninguém vê


As pessoas me convidam para sair no sábado à noite, dar uma volta, se divertir um pouco. Eu digo “Ok”. Depois daquele filme, é inevitável não responder assim. É um pouco arriscado e deprimente acreditar nessas coisas, já que a vida não é o que eu imaginava ser. Esse negócio de gentileza, isso quase nunca acontece. Não creio que seja tolice minha. Eu os acompanho, nós vamos a uma festa. Eles bebem uns drinks e eu bebo uma cerveja para despistar. Eu não quero que eles pensem que estou achando isso tudo um tédio. Eu não quero que eles saibam que eu preferia estar em casa, comendo uma barra de chocolate branco, tomando um café, lendo um livro, esperando ele chegar. Eu não quero que ninguém saiba que eu detesto beber álcool, sair e dançar. Não quero que eles saibam que para mim, quase tudo se tornou “mais ou menos” ou “pode ser”. Depois eu vou embora, deito, penso, choro e durmo. No dia seguinte, como consequência dos meus atos, acordo com dor de cabeça, os faço pensar que foi por causa da bebida, eles acreditam e mais uma vez, ninguém desconfia do meu desagrado e da situação inexplicável na qual me encontro. E tudo recomeça. É um círculo vicioso.

Thamiris Dondóssola

8 comentários:

  1. Oi Thá,

    Tem alguns dias que eu fico meio desanimada também. Mas ânimo! Faça o que te faz feliz e sem medo nenhum!

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Thami, tenho um blog novo: http://abelezadeserlivre.blogspot.com.br/ ainda ta em ajustes, topa parceria ?

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thamiris, tudo bem?
    Muito verdade isso viu... São tantos desejos e tantos esquecimentos, não é?
    Esse "ok" é realmente marcante...rs.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  4. Olá Thamiris,
    Adoro os seus textos e com esse não foi diferente.
    A forma como você escreve, toca nosso coração, parabéns.
    E O.k.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna! Obrigada, é muito bom saber disso!
      O.k
      Beijos!

      Excluir
  5. Olá, muitas vezes fazemos isso, mas não adianta nada.
    A verdade é que temos que fazer o que é do nosso agrado e as pessoas tem que entender. :D

    http://palavrasmaisrimas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com